Responsável por empresa que prometia rendimentos de 30% com Bitcoin sofre tentativa de homicídio em Cabo Frio (RJ)

Polícia Militar investiga tentativa de assassinato a responsável por empresa que promete rendimentos de 30% ao mês com Bitcoin no Rio de Janeiro.

Um suposto empresário de uma empresa de Bitcoins que atua na Região dos Lagos, no Rio de Janeiro, teve seu carro metralhado por criminosos nesta quinta-feira. A informação é do portal regional RLagos Notícias.

Segundo o texto, a vítima seria responsável pela empresa BW Corporation, que prometia lucros de 30% por mês sobre investimentos em Bitcoin. O carro foi fuzilado na região do bairro Jardim Esperança, em Cabo Frio, Rio de Janeiro.


Os relatos reunidos pela polícia militar dizem que os criminosos armados cercaram o carro e efetuaram uma série de disparos em direção ao lado do carona, onde o empresário estava. O carro é blindado e ninguém se feriu, mas o portal compartilhou um vídeo com o estrago feito pelos criminosos.

A BW Corporation é uma empresa desconhecida do mercado de criptomoedas brasileiro e a descrição da notícia levanta suspeitas sobre a atuação da empresa.

Empresas que oferecem rendimentos "garantidos" geralmente revelam-se pirâmides financeiras e deixam um rastro de investidores desfalcados quando o negócio começa a ruir.

O Cointelegraph Brasil encontrou um empresário que atua na região em nome da BW Corporation chamado Jhon Vitor Guedes, mas não há informações na conta sobre se ele seria a vítima da tentativa de assassinato.

Além de se apresentar como sócio-fundador da BW e investidor de Bitcoin, Guedes também se apresenta como "Day Trader" e usa uma hashtag da IQ Option, empresa proibida de atuar no Brasil pela Comissão de Valores Mobiliários.

Categoria:Buzios News

Deixe seu Comentário