Operação prende advogado e ex-tabelião de cartório de Búzios

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ), e com o auxílio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ), realiza nesta quinta-feira (22/10), na capital e em Búzios, a operação “Registro Paralelo II”, para prender o ex-titular do Ofício Único de Búzios, Albert Danan, e o advogado Allan Vinicius Almeida Queiroz, acusados de concussão.

De acordo com as investigações, ambos se uniram para obter vantagem indevida em troca da promessa de regularização de um empreendimento imobiliário que seria construído na cidade.

Como era o esquema

A operação é um desdobramento da Registro Paralelo I, que em maio deste ano apreendeu documentos e aparelhos celulares e ouviu empresários supostamente achacados. Antes, em dezembro de 2019, o MPRJ já tinha cumprido mandados contra o cartório.

De acordo com a denúncia recebida pela 1ª Vara de Búzios, entre 2018 e 2019, Danan, como titular do cartório da cidade, criou dificuldades desnecessárias para regularizar o condomínio que o Grupo Modiano/Opportunity pretendia construir no município.

Para regularizar a empreitada, Danan exigiu de um diretor a contratação dos serviços advocatícios de Queiroz. A investigação apurou que a contratação tinha como finalidade permitir que os valores cobrados a títulos de honorários fossem repassados ao próprio Danan.

Desta maneira, por indicação do tabelião, o advogado exigiu dos representantes das empresas, a título de honorários advocatícios, R$ 1.400 para cada casa regularizada e R$ 980 por terreno. No total, para regularizar todo o empreendimento, os honorários superavam o valor de R$ 600 mil, que teriam como destinatário final Danan.

Após uma ação de fiscalização da Corregedoria-Geral de Justiça no Cartório de Búzios, em 2019, o tabelião indicou a um representante da empresa que resolvesse as pendências por conta própria, sem a participação do colega advogado, fato que chamou a atenção do empresário.

Esta reportagem está em atualização.

Categoria:Buzios News

Deixe seu Comentário