DISPUTA PELO PSDB DE BÚZIOS PROVOCA SAIA JUSTA ENTRE DIRETÓRIOS

Presidente da sigla no balneário se disse traído com filiação e anúncio de Henrique Gomes como pré-candidato para 2020, já que diretório municipal trabalha para as eleições em cima do nome de Thomas Weber, que por sua vez, contradiz tal informação

Após o PSDB estadual publicar um vídeo onde o presidente do partido no Rio, Paulo Marinho, oficializa a filiação do prefeito interino de Armação dos Búzios, Henrique Gomes, e afirma que a sigla irá lança-lo para as eleições municipais de 2020, uma série de especulações tomaram conta do balneário envolvendo figuras de prestigio do partido, provocando uma verdadeira saia justa entre os diretórios municipal e estadual.

Thomas Weber, presidente da TurisRio e empresário que sempre foi identificado com o partido tucano e é um dos cabeças da executiva da sigla em Búzios, vinha sendo tratado internamente no diretório do município como pré-candidato à prefeito para as eleições do ano que vem, mas acabou preterido de um dia para o outro pelo diretório estadual para a surpresa de muitos correligionários, que afirmaram que Weber não teria ficado nada satisfeito com a escolha de Henrique Gomes, que supostamente teria “tomado o partido” dele.

Procurado pela equipe do Portal, Thomas Weber, que está na Feira Internacional de Turismo, em Buenos Aires, negou qualquer tipo de desagrado com a entrada do atual prefeito de Búzios ao PSDB, afirmando que esteve reunido com Henrique Gomes há dez dias e que sabia de toda a articulação dele com Paulo Marinho, e que só não compareceu à filiação por estar fora do país em função de compromissos profissionais. Além disso, Thomas afirmou que "não é de hoje" que ele e Henrique estão conversando, dando a entender que caminharia ao lado do prefeito interino de Búzios nas próximas eleições.

No entanto, quem não escondeu a insatisfação com a chegada de Henrique Gomes foi o professor Ricardo Howat, presidente do diretório municipal do PSDB de Armação dos Búzios, que se disse surpreso e traído com o anúncio, e soltou o verbo contra o prefeito interino do balneário em um grupo de WhatsApp do partido com as seguintes palavras:

“Saibam que o atual prefeito de Búzios é condenado em primeira instância, saibam que temos diretório em Búzios constituído há duas décadas, saibam que com proposta legítimas tínhamos uma candidatura majoritária própria para 2020 no arco da oposição com excelente aceitação, saibam que esse atual prefeito está ingressando em um terceiro partido no atual mandato (recorde na Região dos Lagos), saibam que eu, presidente do diretório de Búzios que posou em foto com Paulo Marinho em legenda informando que nossa validade seria 2021, em nenhum momento recebeu um telefonema. Sou social democracia, não simpatizante com o liberalismo. Saibam que minha referência política é o Dep. Luiz Paulo, e saibam que hoje minha cidade Armação dos Búzios acorda exorcizando Doria, e que não se identifica com o mal político que diz não. Partidos que dão as costas para seus filiados e dizem amém para lideranças são exemplos de insucessos recentes em nossa história. Viva a social democracia. Intervenção não, democracia sempre” – disse Ricardo Howat, que acabou expulso do grupo de troca de mensagens pouco depois de postar o desabafo.

Em relato à equipe do Portal na tarde desta terça-feira (8), o presidente do diretório municipal não escondeu a decepção do anúncio de Henrique Gomes ter sido feito sem ele ter sido comunicado pelo diretório estadual, e pelo simples fato de nunca ter sido procurado pelo prefeito de Búzios em uma possível tentativa de estreitar laços para entrar no partido:

“No dia 1º de março, o diretório municipal fez uma convenção e homologou a executiva e, desde então, fazemos toda a nossa articulação para as eleições de 2020 tendo o Thomas Weber como nosso cabeça de chapa, tudo com total conhecimento do diretório estadual. Estou no partido há 21 anos e sempre trabalhamos de modo muito bem articulado, respeitando todos os tramites, fazendo tudo no tempo certo, e quem está acelerando o processo de forma não convencional é o Henrique Gomes, que nunca sequer me deu um telefonema externando o desejo de entrar no PSDB. Estou conversando com o diretório estadual e demonstrando que a escolha do nome de Henrique Gomes não é o desejo firmado na convenção, e que as atitudes do atual prefeito de Búzios são ditatoriais, literalmente uma intervenção querendo tomar o partido por cima. Estamos em contato com o Rio e demonstramos o quanto estamos preocupados com o andamento dessa história” – declarou.

Questionado pelo fato de Thomas Weber contradizer a afirmação de que é o pré-candidato do partido e ter dito que apoiaria uma possível candidatura de Henrique Gomes, o presidente do PSDB municipal voltou a reafirmar que não cogita essa possibilidade, e que irá conversar com o presidente da TurisRio assim que ele retornar ao Brasil para que tudo fique esclarecido no diretório municipal.

Categoria:Política

Deixe seu Comentário