Nomeação de suposta namorada do juiz Baddini ao cargo de Subsecretária Adjunta de Administração causa polêmica em Búzios

Responsável pela 2ª Vara da Comarca do município negou qualquer tipo de relacionamento com a subsecretária adjunta de Administração de Armação dos Búzios e relações pessoais com os políticos do balneário, conforme insinuado nas redes sociais

A publicação da nomeação de Jéssica Helena Mota, que supostamente seria namorada do juiz Rafael Baddini, ao cargo de Subsecretária Adjunta de Administração de Armação dos Búzios, causou polêmica nas redes sociais e gerou diversas especulações no balneário nos últimos dias, principalmente entre o grupo político do ex-prefeito André Granado (MDB), que acusa o magistrado de agir de forma parcial nas decisões que provocaram uma verdadeira "dança das cadeiras" no cargo de prefeito nos últimos meses.

Nas postagens, há a insinuação de que tal nomeação confirmaria uma suposta parceria entre Baddini e Henrique Gomes, insinuação essa que vem sendo feita por André Granado em função das seguidas condenações deferidas pelo juiz que o tiraram do cargo e colocaram o vice na função.

No início da tarde desta sexta-feira (16), a Prefeitura de Búzios encaminhou uma nota ao Site afirmando que não há nenhum impedimento legal na nomeação de Jéssica Helena Mota caso ela tenha um relacionamento afetivo com Baddini, e enfatiza que a nomeação dela foi feita de forma imparcial e seguindo critérios técnicos pela "isenção, capacidade e ética moral" demonstrada por ela em todas as funções que já exerceu no município.

No decorrer da tarde desta sexta, a equipe do Site entrou em contato com Baddini através dos contatos disponibilizados pela 2ª Vara da Comarca de Armação dos Búzios (telefone e e-mail), em busca de um posicionamento do magistrado sobre as insinuações de que a nomeação da namorada dele teria ocorrido em função de uma "troca de favores" e de que ele estaria agindo de forma imparcial, conforme vem afirmando o grupo político do ex-prefeito André Granado.

No início da noite de sexta, Raphael Baddini encaminhou uma nota ao Site onde negou qualquer tipo de relacionamento com a subsecretária adjunta de Administração de Armação dos Búzios e relações pessoais com os políticos do balneário:

“Sou divorciado há sete anos e minha ex-esposa se chamava Patricia. Não tenho união estável nem namorada fixa. Não conheço nem o Prefeito André Granado ou o Prefeito Henrique. Só os vi em solenidades públicas ou audiências” – afirmou no comunicado.

A nota da Prefeitura de Búzios também observa que “Jessica é militante do MDB, mesmo partido do ex-prefeito André Granado” e que, inclusive, ela teria sido “empossada presidente do núcleo jovem do partido” pelo ex-prefeito, o que teoricamente demonstraria a isenção do processo de nomeação dela.

A publicação da Prefeitura também reforçou “a imparcialidade na escolha da funcionária e sua capacidade profissional”, acrescentando que Jéssica Helena Mota “é professora, cursa a Faculdade de Direito e participa da Comissão de Estudantes de Direito da OAB”, “Também foi estagiária do Tribunal de Justiça e Defensoria Pública de Búzios, e também autuou como conciliadora no tribunal com o juiz Dr. Marcelo Vilas e Anderson Paiva.


Categoria:Buzios News