ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTO DE BÚZIOS RECEBE NOVO EQUIPAMENTO

Desarenador é responsável pela retirada de areia e material sólido que chega com esgoto

A Prolagos está investindo em melhorias na estação de tratamento de esgoto (ETE) de Armação dos Búzios, que acaba de receber um novo desarenador, responsável pela remoção de areia e sólidos particulados. Instalado no início do processo, o equipamento garantirá ainda mais eficiência ao sistema. O material removido é direcionado para uma caixa de areia e encaminhado para aterro sanitário. Antes de chegar ao tanque de desarenação, o efluente passa pelo gradeamento fino, onde são retirados os sólidos grosseiros.

Esta fase preliminar é fundamental para evitar problemas nos equipamentos e tubulações que fazem parte do processo de tratamento. “O esgoto carrega uma grande quantidade de lixo e areia e para não provocar entupimentos ou danificar rotores e bombas é preciso fazer essa separação. Além disso, estes materiais, em sua maioria, não são passíveis de tratamento biológico pela baixa capacidade de decomposição”, explica o gerente de Operações de Esgotamento Sanitário da Prolagos, Mário Márcio Gonçalves.

Após passar pelo desarenador, é iniciado o tratamento físico/químico, o esgoto segue por um canal até a calha Parshall, onde é medida a vazão, recebe coagulante para ajudar na remoção de impurezas, passa pela floculação e, na sequência, para o decantador primário. A fase seguinte é o tratamento biológico, que inicia pelo tanque aeróbio e decantador secundário. Para finalizar, o efluente segue para desinfecção por radiação ultravioleta, sistema energeticamente eficiente e sustentável, e retorna ao meio ambiente dentro dos parâmetros estabelecidos pela legislação. O lodo resultante de todo este processo de tratamento é desidratado e enviado para aterro sanitário.

A aquisição do novo desarenador faz parte do Programa de Melhoria Continua da concessionária, que contempla as operações de água e esgoto. A ETE Búzios tem capacidade para tratar 17 milhões de litros de esgoto por dia e opera com tecnologia em nível terciário, com remoção de nitrogênio e fósforo, além de desinfecção por ultravioleta (UV). Esse processo representa a máxima eficiência na qualidade do efluente (esgoto tratado), o que há de mais moderno disponível no país.

Categoria:Buzios News

Deixe seu Comentário